Make your own free website on Tripod.com

 Université de Montréal - Faculté des Arts et des Sciences

Département de Littératures et  de Langues Modernes et Direction de l'enseignement des langues  et de cultures étrangères
Mineur en langue portugaise et cultures lusophones

PTG 1955Portugais communications orale et écrite

Luís Aguilar

Professeur invité d’études portugaises et brésiliennes/Docente do Instituto Camões

Pavillon Lionel-Groulx  C-8069

Telefones:   (514) 343-6599  et (514) 731 2312  -  Fax: (514) 343-2255

Correios Electrónicos: luis.filipe.aguilar@umontreal.ca, leitormontreal@hotmail.com

www.teiaportuguesa.com

Programa

Horário

 

A cadeira de Português, Comunicação Oral e Escrita, PTG1955, onde se podem inscrever os estudantes que possuem um conhecimento significativo da Língua Portuguesa e que, por isso, se exige como pré-requisito, a obtenção de 12 créditos em português, PTG 1951 Português Elementar, PTG 1952 Português Médio e PTG 1953 Português Avançado ou habilitações equivalentes é, essencialmente, constituída por trabalhos práticos de aprendizagem aprofundada da língua portuguesa, nas duas vertentes comunicativas da compreensão e da expressão, a oral e  a escrita, para que o estudante consolide e sistematize as competências linguísticas e vocabulares adquiridas anteriormente. A leitura, a escrita e a comunicação oral, em Português, serão, pois, os alvos privilegiados a desenvolver nesta cadeira.

 


OBJECTIVOS

 

A leitura, a escrita e a comunicação oral serão os domínios específicos desta cadeira, cujos objectivos linguísticos, pedagógicos, cognitivos, afectivos e sociais são:

1.      Aplicar correctamente as regras e organização morfossintáctica e textual, escrevendo com correcção ortográfica e usando, adequadamente, os articuladores do discurso.

2.       Reconhecer, num texto, os meios linguísticos, nos seus aspectos formais e nos seus valores semânticos e pragmáticos.

3.      Exprimir opiniões, discutir, aceitar e recusar propostas, argumentar e contra-argumentar, narrar acontecimentos vividos, presenciados ou imaginados e transmitir algo dito por outrem.

4.      Auto-representar-se caracterizar-se, e caracterizar pessoas, objectos, locais, situações, etc.

5.      Utilizar meios linguísticos adequados, na interacção com o(s) seu(s) interlocutor(es).

 

CONTEÚDOS

 

Os conteúdos desta cadeira estão organizados em três secções: o Funcionamento da Língua, a Conversação/Expressão Oral e a Composição.

 

1.      Aplicação das regras morfossintácticas à construção do discurso.

2.      O emprego dos pronomes. O pronome pessoal.

3.      A preposição - regência verbal.

4.      A frase - coordenação e subordinação.

5.      Os graus dos adjectivos.

6.      Os nomes e adjectivos gentílicos ou pátrios.

7.      O Código Oral e as Áreas Vocabulares: identificação pessoal, viagens, comércio, etc.

8.      A Relação entre o tipo de discurso e a intenção comunicativa.

9.      Discursos interaccionais (uni e pluridireccionais)

10.    A produção escrita de textos descritivos, narrativos e argumentativos.

11.    Produção de textos utilitários, tendo em conta as finalidades, forma e estrutura.

12.    Criação de textos colectivos.




 

 


METODOLOGIA

 

A partir dos objectivos e dos conteúdos acima definidos pode deduzir-se que a metodologia promove aulas vivas, em que terão lugar a análise e interpretação de textos, para que os estudantes aprendam a estrutura e as características da língua portuguesa. Nas várias sessões, alguns textos e intertextos serão utilizados para contextualizar situações, para que os estudantes possam ler, escrever, ouvir e falar em língua portuguesa.

Ainda que de uma forma não sistemática e como maneira de abordar os aspectos relacionados com a aprendizagem das competências linguísticas, utilizaremos os métodos não convencionais, orientados por uma pedagogia de situação que pretende a convergência de uma lógica de expectativas e necessidades dos participantes, com uma lógica de conteúdos programáticos, ou seja, uma lógica de contexto articulada com uma lógica de conteúdo.

 

AVALIAÇÃO

 

A avaliação far-se-á, nas vertentes diagnostica, formativa e sumativa, tendo em conta as seguintes competências:

 

·         Compreensão/Comunicação Oral

·         Expressão/Comunicação  Escrita

·         Leitura e Interpretação.

·         Aplicação criativa de conhecimentos gramaticais.

·         Empenho, assiduidade, iniciativa e progressão nas aprendizagens.

 

A distribuição percentual da avaliação será efectuada da seguinte maneira:

 

Teste Diagnóstico:

10%

Provas Formativas:

20%

Prova Sumativa:

20%

Exame Final:

20%

Trabalho Individual:

20%

Trabalho em Grupo:

10%

Total:                                      

100%

 

BIBLIOGRAFIA

 

 

AGUILAR, Luís (2003). Comunic-Acção. para o Ensino do Português, Língua Estrangeira. Montreal: Universidade de Montreal.

Academia das Ciências de Lisboa (2001). Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea. Lisboa: Editorial Verbo.

ANJOS, Margarida dos & Marina Baird Ferreira (coords.) (1999). Novo Aurélio Século XXI – O Dicionário da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.

Associação de Informação Terminológica (AiT).

Houaiss, Antônio (2000) Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva.

ESTRELA, Edite (1991). Bem Dizer, Bem Escrever. Lisboa: Editorial Notícias.

CANTEL, Raymond. Précis de Grammaire portugaise Paris: Vuibert.

CARREIRA, Maria & BOUDOY, Maryvonne. Le Portugais de A à Z. Paris: Hatier.

CUNHA, Celso; CINTRA, L &. Lindley, F. (1995). Breve Gramática do Português Contemporâneo. Lisboa: Sá da Costa.

Dicionário Académico Francês-Português/ Português-Francês Porto: Porto Editora.

FREIRE, António (1983). Lições de Filologia e Língua Portuguesa. Braga: Publicações da Faculdade de Filosofia de Braga.
LOPES, Fátima & FARINA, Haci . Grammaire Active du Portugais. Paris: Hachette, Livre de Poche.

LEIRIA, Isabel et al (1988). Dia a Dia. Lisboa: Universidade Aberta.

MELO, Maria Adelaide & LIMA, Maria do Céu (1991). Português Coloquial para Estrangeiros. Porto: Asa.

PARREIRA, Manuela & PINTO, Manuel (1995). Prontuário Ortográfico Moderno. Porto: Asa, 5ª ed.

VILLAR, Mauro (1989). Dicionário Contrastivo Luso- Brasileiro. Rio de Janeiro: Guanabara.