Miguel Torga
(1907-1995)

O Homem, o Tempo, a Terra e a Democracia



Diaporama

 

Adolfo Correia da Rocha chegou a este mundo em 12 de Agosto de 1907 - “nasci / Como um cabrito / Ou como um pé de milho”-, em S. Martinho de Anta(“ou das Antas, cujo nome atesta a sua ancestralidade megalítica”), aldeia transmontana no concelho de Sabrosa, tutelada pela Senhora da Azinheira, “a branquejar no alto da serra”, “empoleirada na sua fraga a chorar ainda o filho crucificado”.

Emigrou para o Brasil ainda jovem e, quando regressou em 1925, matriculou-se na Universidade de Coimbra onde se formou em Medicina.


Tangencial às tendências estéticas e ideológicas contemporâneas, desenvolveu um estilo muito pessoal na poesia (O Outro Livro de Job, 1936), na ficção (em notáveis antologias de contos, ex. Bichos) e noutros géneros, onde se destacam os 16 volumes do Diário, obra-prima das letras portuguesas.


Páginas Web a visitar:

A Voz do Chão - Biblioteca Nacional

Centro Virtual Camões

Casa-Museu Miguel Torga

Projecto Vercial

Vidas Lusófonas

Letras e Letras

Miguel Torga



Página Criada
por
Vitália Rodrigues