Autobiografia em Cinco Pequenos Capítulos

por

Adelina Lameiras


I

São cinco e meia da tarde
Os meus pais acabam de trabalhar
Regressam a casa, no momento em que a ama se vai embora
Fico contente por cair nos braços dos
Meus pais, que me protegem e dão muito amor.


II

São cinco e meia da tarde
Ouço o assobio do meu pai
Sei que o pai me dá de comer
Lê-me o meu conto de fadas preferido
Porque o meu pai pensa sempre em mim.


III

São cinco e meia da tarde
Estou no meu quarto e ouço a lista “Top Ten” na rádio.
O pai lê o jornal
A mãe prepara a comida
Às oito da noite recolhemos à sala de jantar; é um dia como todos os outros.


IV

São cinco e meia da tarde
Estou sozinha em casa.
Queria telefonar aos meus pais para lhes dizer o quanto gosto deles;
Para dizer-lhes que estou com imensas saudades deles.
Conto os dias que faltam para visitar a minha família, a minha Terra.


V

Caro pai, cara mãe, conseguem imaginar como a vossa filha gosta de vocês?

Montreal, 27 de Janeiro de 2004

Texto produzido, a partir da proposta de trabalho contida na
Ficha, Autobiografia em Cinco Pequenos Capítulos